Investimento para montar uma fábrica de alimentos congelados

O investimento inicial para as atividades de uma fábrica de alimentos congelados dependerá de seu porte, da capacidade produtiva que se deseja trabalhar e da escolha por aquisição de terreno e construção de unidade fabril ou aluguel de espaço para as atividades.

Em geral, para a abertura de uma fábrica de alimentos congelados de pequeno porte no país estima-se o valor de investimento considerando-se os itens de custos de abertura de empresa como as taxas pagas para registro e alvará, aquisição de equipamentos e de tecnologia, maquinário, móveis e capital de giro inicial para aportar os gastos antes do início das vendas, como contratação de funcionários, compra de estoque inicial, materiais de propaganda e marketing, pagamento do primeiro aluguel do local de instalação e obras para adaptação do imóvel.

Dessa maneira, levando-se em consideração um imóvel alugado de aproximadamente 100 m², o custo de investimento para a abertura de uma fábrica de alimentos congelados girar na faixa de R$ 50 a 100 mil, dependendo do local e porte.

Deve ser destacado que nos dias de hoje a alternativa de aluguel tem sido utilizada, devido a significativa oferta de imóveis, que tem abaixado este custo. Importante que no caso do aluguel é importante ver se as instalações estão nos termos previstos pela vigilância sanitária, pois caso contrário exigirá custos de reforma.

Apesar de algumas medidas utilizadas para diminuir o consumo de insumos (alimentos, água, energia elétrica, produtos químicos) utilizados nas atividades de uma fábrica de alimentos demandarem um investimento maior em máquinas e procedimentos, é possível gerar um ganho posterior muito maior com a possibilidade de aproveitar a imagem de empresa sustentável e ecologicamente consciente. Isso porque principalmente a população dos grandes centros e das classes A e B, e consequentemente as empresas que os atendem, acabam preferindo produtos e serviços que apesar de mais caros, não agridem o meio ambiente, respeitam a sociedade e a natureza. Como no caso dos produtos orgânicos, as indústrias de alimentos que já possuem práticas sustentáveis são economicamente viáveis.

Fonte: SEBRAE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Em que posso ajudar?
Olá,
podemos ajudar?