Sistema de Refrigeração da Câmara Frigorífica

O sistema de refrigeração é dividido em duas partes, considerando-se a pressão exercida pelo refrigerante. A parte de baixa pressão do sistema é composta pelo controle do fluxo do refrigerante, pelo evaporador, e pela linha de admissão. A pressão exercida pelo refrigerante nestes elementos é a pressão baixa sob a qual o refrigerante vaporiza no evaporador, esta pressão é conhecida como “pressão de baixa”. Durante as operações de serviço, esta pressão é medida na válvula de admissão do compressor.

O lado de alta pressão do sistema, compõe-se do compressor, da exaustão ou linha de “gás quente”, do condensador, do tanque de líquido e da linha de líquido. A pressão exercida pelo refrigerante nesta parte do sistema é a pressão de alta sob a qual ele é condensado no condensador. Esta pressão também pode ser chamada de pressão de condensação.

Os pontos de divisão entre os lados de alta e baixa pressão do sistema são o controle de fluxo do refrigerante, onde a pressão é reduzida da pressão de condensação para a de vaporização.

Embora o compressor seja considerado como sendo uma parte do lado do sistema de alta pressão, a pressão em seu lado de admissão e no cárter, é a pressão de baixa. A mudança de pressão, ocorre no cilindro durante o processo de compressão.

Unidade Condensadora

Composta pelo compressor, tubo de gás quente, condensador e tanque coletor, a Unidade Condensadora é construída de forma compacta. Sua função no sistema é recuperar o vapor e condensá-lo de volta ao estado líquido.

Estas unidades são classificadas conforme o agente de condensação usado para condensar o refrigerante. A unidade de condensação que usa ar como agente de condensação é chamada como unidade de condensação refrigerada por ar, enquanto que uma que utiliza a água como agente de condensação, é uma unidade de condensação refrigerada a água.

Ciclo de Refrigeração

O ciclo de refrigeração é definido como uma série de processos controlados em que o refrigerante circula através do sistema, passando por um certo número de transformações de estado ou condição.

O ciclo de refrigeração de compressão do vapor é composto de quatro processos fundamentais: Expansão, Vaporização, Compressão e Condensação.

Segundo Dossat (1990), o ciclo típico de compressão do vapor pode ser explicado , “começando no tanque coletor, a pressão e temperatura elevada do líquido refrigerante fluem do referido tanque através da linha de líquido para o controle de fluxo do refrigerante. A pressão do líquido é reduzida para a pressão do evaporador quando o líquido passa através do controle de fluxo do refrigerante que entra no evaporador será inferior à temperatura da câmara de refrigeração…. No evaporador, o líquido vaporiza a temperatura e pressão constantes quando o calor para suprir o calor latente de vaporização passa da câmara refrigerante através das paredes do evaporador para o líquido em vaporização. Pela ação do compressor, o vapor resultante da vaporização é retirado do evaporador pela linha de admissão para a entrada de admissão do compressor. O vapor que deixa o evaporador é saturado e sua temperatura e pressão são iguais às do líquido em vaporização. O vapor, enquanto está fluindo pela linha de admissão do evaporador para o compressor, absorve normalmente o calor do ar que circula a linha de admissão e fica superaquecido.”

Continuando sua explanação Dossat (1990) diz “A temperatura e pressão do evaporador , no compressor , são elevadas por compressão e este, a temperatura e pressão altas, é descarregado do compressor para a linha de gás quente. O vapor flui através da linha de gás quente para o condensador, onde ele cede calor ao ar relativamente resfriado que está sendo puxado do condensador pelo ventilador do mesmo. Quando o vapor quente cede calor para o ar resfriado, sua temperatura é reduzida para a temperatura de saturação correspondente à sua nova pressão mais elevada e o vapor condensa de volta ao estado líquido, quando o calor adicional é removido. Na hora que o refrigerante alcança a base do condensador, todo o vapor é condensado e o líquido passa para o tanque coletor, pronto para ser recirculado.”

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Em que posso ajudar?
Olá,
podemos ajudar?