Conheça os tipos de Câmaras Frigoríficas

Uma câmara frigorífica é qualquer espaço de armazenagem, que tenha as suas condições internas controladas por um sistema de refrigeração. Dentro dessa definição, podem-se destacar dois tipos de câmaras frigoríficas: a câmara frigorífica de alvenaria e a câmara frigorífica modular.

Câmaras Frigoríficas em Alvenaria

As câmaras frigoríficas de alvenaria  são amplamente utilizadas quando deseja-se armazenar grande quantidade de produtos.

Como característica, esse tipo de câmara deve ser montado no local onde irá atuar. Sendo assim, para a construção dela e armazenagem de produtos, é necessário um perímetro relativamente grande.

Como detalhes, podem ser destacados algumas características das portas frigoríficas deste tipo de câmara. Elas devem ser isotérmicas, com isolamento de espessura, sempre que possível igual à do isolamento das paredes. Com relação ao material, utilizam-se chapa de ferro, madeira de lei, ou mesmo de plástico.

Com relação aos tipos de portas, podem ser utilizadas portas de encaixar ou de sobrepor, de dobradiças ou de correr, sendo que as mais utilizadas são as de corrediças de acionamento mecânico automático (por buzina, por alta frequência, por célula foto elétrica etc).

Com o objetivo de garantir uma vedação perfeita, os batentes das portas frigoríficas devem ser contínuos, inclusive na soleira. Normalmente, a vedação da porta contra o batente é dupla e é adotado um aquecimento para evitar o congelamento das partes em contato em câmaras que funcionam a temperaturas inferiores a 0° C.

Além disso, como proteção, em muitas câmaras também são utilizadas portas de vai
e vem de plástico ou cortinas de ar.

Câmaras Frigoríficas Modulares

As câmaras frigoríficas modulares (Figura 3) são as câmaras frias que podem ser pré-montadas antes de serem levadas ao local onde irão atuar.

Esse tipo de câmara fria é o mais utilizado atualmente. Ele pode ser encontrado em bares, cozinhas industriais, laboratórios, padarias, pizzarias, entre outros. Como vantagens, podem ser destacadas a praticidade na montagem e o menor custo, se comparadas com as câmaras de alvenaria.

A respeito dos componentes deste tipo de câmara, devem ser destacados:

  • Fixação e a vedação: A fixação e a vedação entre painéis são feitas através de locks de acionamento interno, proporcionando alinhamento preciso dos painéis, assim como total vedação, preservação da temperatura e proteção contra infiltração de resíduos.
  • Portas: Elas podem ser giratórias e de correr com sistemas anti-condensação, expositoras, vaivém e portinhola. Elas podem ter várias dimensões, com diferentes sentidos de abertura. A fechadura é externa, com dispositivo de segurança interno de emergência (caso alguém fique preso no interior da câmara). Para evitar carga de infiltração, elas podem ter dobradiças de auto-fechamento.
  • Controle eletrônico de Temperatura: deve ser moderno, no exterior da câmara, tornando a operação mais rápida e segura, além de evitar que operadores tenham que entrar nas câmaras frias para verificar a temperatura, o que ocasionaria uma maior carga térmica e, consequentemente, um maior gasto.
  • Iluminação Interna de LED: O que proporciona um menor consumo de energia elétrica e uma menor carga térmica por conta da iluminação.
  • Cantos arredondados: são para facilitar a higienização. A vigilância sanitária é muito rigorosa com relação a esse fator, pois se trata de um local de armazenamento de alimentos.

E assim o cliente escolhe qual tipo de câmara poderá lhe atender melhor, de acordo com seu estabelecimento e espaço físico. Lembrando sempre de buscar uma empresa onde já tenha experiência nesse ramo e que possa lhe oferecer um serviço de qualidade com garantias de manutenção, de forma que o seu negócio possa ficar bem assistido e o investimento lhe trazer bons retornos. 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Em que posso ajudar?
Olá,
podemos ajudar?