Capacidade e Seleção do Sistema de Refrigeração

A capacidade de um sistema de refrigeração, é dada pelo regime com que será removido o calor da câmara de refrigeração, e é expresso em Tonelada de Refrigeração (TR).

A origem do termo TR é de antes da era da refrigeração mecânica, onde o gelo era utilizado como substância refrigerante. Com o surgimento da refrigeração mecânica, utilizou-se a fusão do gelo como parâmetro de comparação com a capacidade de refrigeração dos refrigeradores. Sendo assim, um sistema de refrigeração, que tenha a capacidade de 1 (uma) tonelada é aquele que tem a capacidade de resfriamento de 1 (uma) tonelada de gelo num período de 24 horas, sendo que uma tonelada de Refrigeração é igual a 12000 Btu/h .

Refrigeração Industrial

A refrigeração industrial é caracterizada por sua faixa de operação, que vai do limite inferior de temperatura da ordem de -70 °C a um limite superior de 15 °C. As aplicações mais usuais da refrigeração industrial são nas indústrias químicas, de alimentos e de processos, as quais envolvem a maior parte de suas aplicações. Outras aplicações importantes estão relacionadas à indústria de manufatureira e laboratórios, onde são realizados controles ambientais a baixa temperatura.

Seleção do Sistema de Refrigeração

A seleção do sistema de refrigeração para uma câmara frigorífica pode ser estabelecida de forma simples nas etapas de projeto. Se o propósito é a construção de armazenagem para baixa temperatura, quase todos os tipos de refrigeração podem ser aplicados. De outro modo se o tipo de armazenagem requer diferentes tipos de temperaturas e umidades, um sistema para ser selecionado requer o uso de varias salas isoladas e com condições diferentes.

A sala de máquinas onde se localiza o compressor central deve ser construída de forma simples em ambientes grandes, e tendo-se cuidados especiais quanto a conservação de energia.

O sistema de refrigeração direta, de cada uma das bombas ou sistema de recirculação que servem as unidades dos “fan coil”, estão seguras em uma sala de máquinas. Compressores em parafuso, controladores , e controladores microprocessados completam a sala central de controle que os equipamentos de refrigeração exigem.

A carga térmica de uma câmara frigorífica varia muito de capacidade. Muitos fatores, incluindo o projeto de construção, temperaturas internas e externas, e o mais importante, o fluxo de produtos esperado, determinam a carga térmica projetada. É importante avaliar e comparar o tipo de construção e operação da câmara.

Os fatores que são considerados para determinação da carga térmica de uma câmara são:

• Calor transmitido pelo isolamento;
• Calor produzido pelas bombas ou ventiladores dentro da câmara;
• Calor produzido pelas pessoas que circulam dentro da câmara;
• Calor produzido pelas luzes dentro da Câmara;
• Calor das empilhadeiras;
• Calor latente dos produtos armazenados;
• Calor sensível dos produtos armazenados;
• Calor produzido pela infiltração quando as portas são abertas;
• Calor produzido pelas resistências de degelo;
• Calor produzido no embarque e desembarque de produtos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Iniciar conversa
Em que posso ajudar?
Olá,
podemos ajudar?